quinta-feira, 18 de agosto de 2016

SUAPI ASSUME CADEIAS DE CAPELINHA, ITAMARANDIBA E TURMALINA


Locais passam a ser presídios. Cadeia de Minas Novas foi desativada, presos foram transferidos para Capelinha A Polícia Civil de Minas Gerais finalizou nesta quarta-feira, 18 de agosto, a entrega da administração das cadeias públicas na área da 2ª DRPC-Delegacia Regional de Polícia Civil (que tem sede em Capelinha) para a Subsecretaria de Administração Prisional (SUAPI).

A cadeia de Turmalina, com 48 presos, foi assumida no dia 16. A de Itamarandiba, com 98 presos, dia 17, e a de Capelinha, com 93 presos, neste dia 18. Hoje também foi desativada a cadeia de Minas Novas, e os 27 presos foram admitidos na cadeia de Capelinha. Ao todo, a Polícia Civil transferiu a vigilância de 266 presos para a SUAPI. As cadeias passam à denominação de presídio, tendo um agente penitenciário de carreira nomeado na função de diretor.

Nos três dias, os Grupos de Intervenção Tática dos presídios de Teófilo Otoni e Diamantina intervieram nas cadeias conferindo segurança para vistoria e higienização das celas, além de uniformização padrão dos vestuários dos presos. Todos os presos receberam kits individuais contendo o uniforme padrão, um colchão, um cobertor e itens de higiene pessoal. 

“Esta ação vai qualificar os trabalhos investigativos nos 15 municípios atendidos pela 2ªDRPC-Capelinha e Delegacias de Polícia Civil de Turmalina, Itamarandiba e Minas Novas, uma vez que diversos policiais empregados em serviços de escolta, guarda e administração das Cadeias serão direcionados exclusivamente para elucidação de crimes e cumprimentos de mandados judiciais de prisão e busca apreensão”, explica o delegado regional Thiago Rocha. Os trabalhos de assunção e desativação foram acompanhados pelo Chefe do 14º Departamento, Dr. Flávio Tadeu Destro, pelo Delegado Regional de Capelinha, Dr. Thiago Rocha Ferreira, e pela equipe de Investigadores. Estiveram presentes na assunção da cadeia de Capelinha diversas autoridades, entre elas a Juíza de Direito Natália Discacciati Rezende, a Promotora de Justiça Hosana Regina Andrade de Freitas, o Comandante da 23ª Companhia Independente da Polícia Militar, Major Nilzo Figueiredo, o Diretor Geral da 14ªRISP Carlos Adriano, o Diretor Geral da 15ªRISP José Alberto Santos de Almeida, o Diretor do Presídio de Diamantina José Maria dos Santos Malta, e o Assessor do Gabinete da SUAPI Willian Abrete Pinto, Diretor da cadeia de Capelinha, Antônio José Barbosa, advogado presidente do Conselho de Execução Penal, Evandro de Oliveira Queiroz, dentre outros. 

Fonte: Rosa Santos

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Assaltantes atacam quartal da PM e explodem caixas eletrônicos da Caixa e Sicoob em Itamarandiba


Na madrugada desta terça-feira, 09 de agosto, os moradores da região central de Itamarandiba acordaram com tiros, decorrentes de ataques em dois bancos na cidade.
O fato aconteceu por volta das 02h25min da madrugada, quando o quartel da Polícia Militar foi atacado e teve uma viatura alvejada e a residência ao lado com várias marcas de bala. Os bandidos pararam um carro uno vermelho e atiraram no veículo, deixando no meio da rua, impedido a passagem da Polícia. O condutor saiu correndo, após ser liberado pelos assaltantes.
Também barras de ferro com pontas perfurantes foram usadas e colocadas na ponte que dá acesso ao bairro Florestal, no intuito de furar os pneus de qualquer carro que os perseguisse.

O banco da Caixa Econômica Federal ficou totalmente destruído, assim como o banco Sicoob Credcem. Ambos tiveram os caixas eletrônicos e todo o estabelecimento destruídos.
 Segundo informações, os bandidos saíram subindo a Avenida Florestal, atirando para cima. Dois carros foram usados na ação e aparentemente oito pessoas estão envolvidas.
A Polícia Militar acionou a PM de Capelinha e região, as suspeitas são de que sejam uma quadrilha especializada em roubos a banco e fortemente armada com armas de grande poder de fogo.
Até o momento ninguém foi identificado, mas o medo dos moradores que ouviram os disparos bem próximos, foi rapidamente identificado nas redes sociais. Pessoas relataram o grande temor por bala perdida e se esconderam onde puderam para se protegerem, até o momento ninguém ficou ferido.
 Fonte: Itamarandiba Hoje

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

MORRE A MULHER MAIS VELHA DE CAPELINHA


Aos 104 anos, Dona Ana de Zé Calu não resistiu à uma forte pneumonia. O velório é em casa e o enterro, amanhã às 8h
Ana da Costa Gomes, a Dona Ana de Zé Calu, considerada a mulher mais velha de Capelinha, morreu à meia-noite deste sábado, 6 de agosto. Aos 104 anos, ela não resistiu a uma forte pneumonia. Dona Ana ficou internada inicialmente no dia 16 de junho, e permaneceu no hospital São Vicente de Paula, de Capelinha, durante oito dias. Após se recuperar, foi levada para casa, mas sucumbiu novamente à doença após outros sete dias de internação.
Há anos ela não enxergava mais, porém andava pela casa com facilidade, gostava de sentar no fogão à lenha, e tanto lavava quanto costurava a própria roupa. “Ela descansou, já estava demente, sofrendo com dores. Ela cumpriu sua sina”, relata Cida de Melo, esposa do neto de Dona Ana.
O velório já está acontecendo na casa de onde Dona Ana de Zé Calu viu Capelinha crescer: sua própria residência, na rua do Cruzeiro, 295, bairro Piedade. O enterro será nesta segunda-feira, 8 de agosto, às 8h, no cemitério local.

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Moradores de Ponte Nova / Capelinha retomam protestos

Moradores da comunidade de Ponte Nova - Capelinha interditam a MG214 que liga a cidade a Itamarandiba. O movimento retoma a sequência de paralisações logo após receberem a informação de que o DER regional Capelinha não teria verbas e nem autonomia de cumprir com o compromisso de pavimentação asfáltica do trecho e revitalização das nascentes degradadas pelo órgão estadual. Segundo os moradores as escolas de Ponte Nova e Mandingueiro devem aderir ao movimento.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...